Regras para Nomes de Arquivos e Pastas imprimir

  • Áudio
  • 0

10 REGRAS PARA NOMES DE ARQUIVOS E PASTAS

Como o sistema simplifica o upload de arquivos e aceita qualquer coisa que você arraste para ele (desde que tenha a extensão mp3). O Shoutcast que é a base do sistema tem algumas limitações com relação a símbolos e caracteres especiais, portanto nunca utilize parenteses (), colchetes [], apóstrofo ', barras /|\, cerquilha # e evite letras com acentuação.

O padrão para nome de arquivo de música (isto inclui vinhetas, comerciais e tudo que for áudio) é o seguinte:

Nome do Artista - Titulo da Musica.mp3

AS REGRAS

Regra 1 - São permitidas apenas letras normais (A..Z, a..z), espaço ( ), hífen (-), ponto decimal (.) e números (0..9). Nunca utilize símbolos, caracteres especiais ou qualquer tipo de acentuação;

Por exemplo: Paris Solemn - Surprise! (03M15S).mp3 está incorreto, o correto é Paris Solemn - Surprise.mp3

Regra 2 - O nome do artista e o título da música devem ser separados por espaço, hífen, espaço ( - ), muito cuidado utilize apenas 1 espaço + 1 hífen + 1 espaço.

Por exemplo: Hipercarga  -Flashback.mp3 está incorreto (erro comum de digitação, 2 espaços + hífen e some com o espaço antes do título da música, o correto é Hipercarga - Flashback.mp3

Regra 3 - Por padrão o nome do artista vem sempre primeiro e depois do separador ( - ), vem o título da música;

Por exemplo: Pull - Adrianna Krikl.mp3 está incorreto, o correto é Adrianna Krikl - Pull.mp3

Regra 4 - O tamanho máximo do nome de um arquivo não deve ultrapassar o limite do sistema operacional no caso do Windows 255 caracteres;

Regra 5 - Participações especiais devem ficar no final do título da música;

Por exemplo: Allie Farris Feat. Scott Holmes - Love Won't Let You Down.mp3 está incorreto, o correto é Allie Farris - Love Wont Let You Down Feat. Scott Holmes.mp3

* Players modernos já reconhecem este padrão e utilizam as informações corretas em APIs que buscam o álbum ou a foto do artista.

Regra 6 - Caixa Alta e Caixa Baixa não tem problema, pode usar o formato que for preciso desde que não utilize os caracteres especiais símbolos ou acentuação e a extensão sempre em letras minúsculas (.mp3)*

Por exemplo: Mega Gem - RECKLESS AMBIVALENCE.mp3

* É só uma recomendação, alguns sistemas ignoram a música quando ela está com letras maiúsculas na extensão (.MP3)

Regra 7 -  O traço embaixo (Underline) é permitido com moderação em casos que realmente você precise de outra separação ou apenas substituir espaços ele pode ser utilizado;

Regra 8 - Falando de separado, nunca utilize outro separador com hífen que não seja entre o artista e o título da música, principalmente quando você utiliza no nome do álbum.

Por exemplo: Great White Buffalo - Detroit - Indie-Rock.mp3 é incorreto, o correto é Great White Buffalo - Detroit.mp3, mas se quiser manter a informação, uma alternativa seria Great White Buffalo - Detroit INDIE-ROCK.mp3

Regra 9 - Vinhetas e Comerciais, devem utilizar a mesma regra de nomes;

Por exemplo: Radio XYZ A Rádio que une gerações.mp3 está incorreto, o correto é Radio XYZ - A Radio que une geracoes.mp3, ou Vinheta - Radio XYZ A Radio que une geracoes.mp3 (neste último caso utilizando um identificador (Vinheta, VH, etc)

* É uma boa prática que você aproveite o texto que aparece na hora em que a vinheta estiver tocando para informar algo para o ouvinte, mostrar: Vinheta - 45-5-A75, não quer dizer nada pra quem está lá do outro lado vendo pelo aplicativo por exemplo.

Regra 10 - As pastas também precisam de um cuidados especiais, não aceitam símbolos e caracteres de identificação e NÃO use acentuações.

Os arquivos de músicas possuem registros internos, esses registros são chamados de Metatags ou mais comumente de ID3Tags (ID3v1, ID3v2.3, ID3v2.4, iTunes MP4, WMA, Vorbis Comments e APE Tags).

Existem editores especiais como o MP3Tag (http://www.mp3tag.de/en/), que permitem o acesso fácil a estes registros internos que gravam o nome do artista e o nome da música com todas as acentuações comuns usadas em nomes, além de outras informações que identificam as músicas.

Por padrão somente quando não existem essas tags internas o sistema tenta identificar a música pelo nome do arquivo, seguindo nosso padrão: nome do artista - titulo da musica.mp3

Dicas: Além do nome verifique sempre o Sample Rate (Frequência), Bitrate e Modo do Bitrate (padrão CBR) antes de enviar para o AutoDJ, esse trabalho antes pode evitar muitos problemas depois, se estiver passando por alguma instabilidade no streaming como desligamentos frequentes, cortes na transmissão, faça o teste com uma pequena seleção de arquivos no padrão para ter certeza que o problema não é com os seus arquivos mp3.

Padrões:

Bitrate, padrão 128-kbps (máximo 320-kbps)

Modo Bitrate, padrão CBR (Constant Bitrate)

Samplerate (Frequência), padrão 44100Hz (44.1kHz)

Channel, padrão 2 canais (Stereo ou Joint Stereo)


Esta resposta lhe foi útil?

« Retornar